Como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso

Como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso

Como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso

Uma das maiores questões para os investidores é como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso, afinal, encontrar um ramo que seja lucrativo e abrir uma empresa neste setor é o sonho de toda pessoa que sonha em ser rico.

No Brasil, o setor de agronegócio é responsável por empregar milhares de pessoas e ainda existe uma vasta capacidade de ampliação neste ramo.

Outro negócio que ainda é muito novo por aqui é o mercado de tecnologia, afinal, muitas empresas ainda trabalham somente com lojas físicas e quem é especialista em TI encontrará, nesse nicho, muitas oportunidades.

Então, é disso que vamos falar neste artigo: como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso.

Setores promissores para investir

Abaixo, vamos citar uma lista de alguns setores da economia que podem trazer lucros para quem investir neles.

Comércio virtual

Atualmente, no Brasil, o faturamento do comércio virtual está crescendo cada vez mais, com sites especializados em venda de produtos variados.

Podemos dizer que o futuro depende das vendas virtuais, já que, todas as lojas físicas tendem a migrar para o mundo digital caso queiram se manter competitivas.

Vimos isso acontecer com a Magazine Luiza, empresa de venda de eletrodomésticos que, em 2015, migrou totalmente para o mercado digital, fazendo com que suas lojas físicas fossem somente mediadoras dos consumidores e dos produtos virtuais.

E, quem investe em bolsa de valores viu o resultado que teve essa atitude da loja, pois as ações valorizaram muito em alguns anos.

Quem pensa em seguir o mesmo caminho deve começar a se preparar para criar um site otimizado, um aplicativo com interface sem erros e entender bastante sobre marketing digital, mas os retornos financeiros decorrentes disso são enormes.

Dropshipping.

Apesar de estar ligado ao comércio virtual, o Dropshipping envolve mais que a venda de produtos para os consumidores, já que os vendedores que usam essa técnica não trabalham com estoque nenhum, pois quem envia para o cliente é o dono de lojas que, muitas vezes, estão situadas na China.

Este país costuma produzir em massa, pois a mão de obra humana chinesa é vasta e, com o câmbio desfavorável, torna-se barato importar produtos dos asiáticos.

Então, quem pensa em como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso, deve considerar esse método de vendas que consiste em entender quais produtos estão em alta, fazendo pesquisa de mercado para anunciar para as pessoas que são clientes em potencial.

Bolsa de valores.

Muitos brasileiros associam a Bolsa de Valores aos Cassinos, mas não é bem assim que funciona, pois, todos os milionários possuem esse tipo de investimento.

Ela funciona da seguinte forma: as empresas, em busca de expansão, dividem seu valor de mercado em diversas partes, chamadas de ações , e, as pessoas podem comprar uma parte dessas empresas dentro de uma Bolsa de Valores.

A partir do momento que alguém compra uma ação, ela está se tornando sócia daquele negócio, mesmo que divida essa sociedade com milhares de pessoas.

Então, quando uma empresa cresce, a tendência é que o valor das ações subam e, nesse momento, quem comprou uma ação a 10 reais, por exemplo, poderá vender por 12 reais.

Parece tão pouco, não é mesmo? Mas esse exemplo citado representa 20% de lucro, um número difícil de alcançar anualmente em um investimento.

Para demonstrar ainda mais como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso na bolsa, vamos citar o caso da Magalu: quem investiu 1000 reais em ações da Magazine Luiza em 2015 e não as vendeu até 2020, viu seu dinheiro se multiplicar centenas de vezes e, quem liquidou esse capital recebeu 350 mil reais.

Deu pra entender o potencial da Bolsa de Valores, não é mesmo? Mas, essa é uma das exceções e não estamos recomendando nenhum tipo de ação neste artigo, pois, isso é muito subjetivo e depende de cada um a escolha dos papéis.

Como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso depois de uma crise?

Até agora falamos de negócios de sucesso sem considerar os problemas que o mundo pode ter, mas será que tem como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso depois de uma crise?

Veremos que sim, afinal, as empresas cresceram muito depois da pandemia e, podemos ver em qualquer blog de investimento que as oportunidades apareceram também no mercado financeiro, afinal, nesse momento as bolsas desvalorizam, já que o consumo esfria e as ações perdem valor.

Então, cabe a cada investidor conhecer quais os setores que são promissores para aportarem seu capital em momentos de crise, pois, assim como elas começam, um dia elas acabam e, quem suporta essa dificuldade, tem grande chance de saber como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso.

Como aproveitar as oportunidades e investir em negócios de sucesso Leia Mais

Inteligência artificial: como utilizar em seu e-commerce?

Inteligência artificial e desenvolvimento de e-commerce são assuntos atuais e que se tornam cada vez mais importantes para os negócios devido aos diversos benefícios que podem proporcionar.

Também conhecida apenas como IA ou AI – Artificial intelligence em inglês -, a inteligência artificial é um tópico muito popular no mundo atual devido às soluções comerciais que vem proporcionando para pequenas e grandes empresas e isso inclui o comércio eletrônico.

A IA está ajudando comércios eletrônicos a alcançarem grandes resultados. Em outras palavras, ela está proporcionando uma grande revolução em toda a estrutura dos negócios. 

As soluções estão ajudando a melhorar a experiência do usuário e aumentando o reconhecimento de marcas. Mas, quando se trata de comércio eletrônico, como é possível utilizar a inteligência artificial? 

Neste artigo, vou falar sobre como a inteligência artificial pode ser utilizada em seu e-commerce e quais benefícios pode proporcionar. 

Como a inteligência artificial pode ser aplicada em um e-commerce

A inteligência artificial está transformando os modelos de negócios de diversas marcas e empresas. Novos avanços tecnológicos estão acontecendo e mudando os negócios. A integração da IA no comércio eletrônico está modificando e melhorando os padrões de marketing em muitas empresas. 

Inteligência Artificial ainda irá dominar o mercado

Com ela, está sendo possível proporcionar uma experiência mais personalizada para os clientes ao fazer análises de dados e identificar diferentes padrões de comportamento dos consumidores.

Quando se trata de e-commerce, a IA pode ser aplicada das seguintes formas: 

Visual Search Engine

O Visual Search Engine – ou mecanismo de pesquisa visual em português – é uma das soluções que a IA está proporcionando para os comércios eletrônicos. Isso é muito benéfico para os usuários, pois permite que eles busquem o que desejam com um único clique.

Com a representação visual dos produtos, se tornou possível que os clientes visualizem tamanho, design, dimensões e a cor do produto antes de fazer a compra. E isso é sem dúvida uma ótima forma de melhorar a experiência do consumidor.

Recomendações personalizadas

Com a IA é possível definir e mostrar textos, pop-ups, e-mails e outros tipos de conteúdos para indicar recomendações de produtos ou serviços para os consumidores. 

A tecnologia consegue rastrear as pesquisas que já foram realizadas pelos usuários para compreender o seu comportamento. 

Também podemos ver isso nos mecanismos de pesquisa e outras plataformas de mídias sociais, que exibem anúncios de produtos e outros conteúdos que tenham relação ao interesse do usuário. Você consegue inclusive usar a tecnologia para oferecer a melhor cotação online de plano de saúde, caso você tenha um site que oferece este tipo de produto.

Com a IA compreendendo os interesses dos usuários é possível melhorar avaliações e classificações do e-commerce, o que também ajuda a potencializar o retorno dos investimentos (ROI).

Um bom exemplo a citar são os varejistas de e-commerce, que utilizam as recomendações para fornecer soluções para os consumidores, como a Amazon, por exemplo. A empresa utiliza os dados de compras anteriores de seus clientes para fazer a recomendação de novos produtos.

Melhoria do marketing

Estratégias de divulgação e de vendas são essenciais para qualquer tipo de empresa, não importa o seu tamanho ou área de atuação e a inteligência artificial e o marketing estão cada vez mais se integrando. 

As soluções de IA estão oferecendo uma maneira econômica de ajudar no marketing das empresas, o que também inclui os comércios eletrônicos. 

Hoje, essas empresas conseguem criar seus planos de marketing através de plataformas, além de terem acesso a diversas soluções voltadas para outras ferramentas, como Google Adwords, Bing, as mídias sociais e muito mais. 

As soluções da inteligência artificial também ajudam a minimizar o custo por clique em anúncios, proporcionando uma melhoria na utilização do orçamento de marketing. 

Utilização de voz e Assitência Virtual

A IA é focada em proporcionar soluções para os consumidores. Portanto, entre tantas inovações, ela passou a fornecer assistência de voz em tempo real para os clientes, o que também é importante para a experiência dos usuários. 

Os assistentes virtuais estão se tornando cada vez mais populares, como a Alexa e a Siri, por exemplo. As empresas que possuem um e-commerce estão focando em adicionar assistentes virtuais em suas plataformas. 

Com isso, o assistente virtual poderá processar idiomas nativos e fazer interpretações para entender as mensagens dos usuários e isso muda completamente a experiência dos clientes. 

Gestão de inventário

O gerenciamento eficiente de estoque envolve a manutenção do nível correto que pode atender à demanda do mercado sem aumentar o estoque ocioso. Enquanto a forma convencional de gerenciamento de estoque é restrita, a gestão feita com IA consegue manter o estoque com base em dados relacionados a:

  • Tendências de vendas nos anos anteriores;
  • Mudanças projetadas ou antecipadas nas demandas de produtos;
  • Possíveis problemas relacionados ao fornecimento que podem afetar os níveis de estoque.

Além do gerenciamento de inventário, a IA está possibilitando o gerenciamento de armazéns com o surgimento de robôs automatizados que estão sendo projetados como o futuro da inteligência artificial no comércio eletrônico. 

Ao contrário dos funcionários humanos, os robôs podem ser usados para armazenar ou recuperar estoques 24 horas por dia, 7 dias por semana, juntamente com o envio imediato de itens solicitados após um pedido online. 

Além de transformar o setor de comércio eletrônico de diversas maneiras, a inteligência artificial de e-commerce B2B está impulsionando uma série de soluções inovadoras.

Solução para lidar com avaliações falsas

Provavelmente qualquer dono de comércio eletrônico poderá contar a você pelo menos uma história dolorosa sobre o recebimento de avaliações falsas de sua marca. 

Os consumidores são atingidos com uma grande quantidade de publicidade todos os dias, o que pode se tornar excessivo e, muitas vezes, atrasar sua tomada de decisão de compra. É aqui que as recomendações se tornaram um fator decisivo. 

Se o amigo de um cliente comprou seu produto e teve uma experiência positiva, o cliente também acabará comprando da sua marca.  

Isso significa que os consumidores estão preocupados em encontrar avaliações de produtos e serviços antes de decidir comprar alguma coisa. Os comentários positivos com certeza incentivam a compra, enquanto que os negativos afastam novos potenciais clientes. 

Mas, e se esses comentários forem falsos? A IA pode ser usada para gerenciar esse problema. A criação de avaliações falsas é conhecida como “astroturfing” e está se espalhando em muitos sites, incluindo a Amazon, por exemplo. 

Alguns varejistas de comércio eletrônico estão utilizando a inteligência artificial para combater esses comentários falsos, colocando mais ênfase em avaliações verificadas e úteis.

Criado internamente, seu sistema de aprendizado de IA garante que a proeminência e o peso das avaliações verificadas de compra do cliente sejam aumentados.

A inteligência artificial é realmente uma boa opção para o e-commerce? 

Se você ainda está com dúvidas se a inteligência artificial realmente pode proporcionar melhorias para o seu e-commerce, é importante que saiba que a tecnologia continuará em desenvolvimento e oferecendo novas soluções.

E, caso o seu e-commerce não acompanhe as inovações, ele provavelmente não irá se destacar no mercado, fazendo com que seus clientes busquem pelos seus concorrentes, que estarão oferecendo as melhores soluções.

É normal que você tenha dúvidas sobre IA e em e-commerce, mas isso não precisa ser um bicho de sete cabeças. Caso você tenha dificuldades, sempre procure por um profissional que possa te ajudar a esclarecer e a implementar soluções em seu e-commerce.

Conclusão sobre inteligência artificial e e-commerce

Conforme destacado neste artigo, a inteligência artificial no e-commerce está desempenhando um papel muito importante na promoção de soluções inovadores e experiências do cliente. 

Alguns dos principais casos de uso de inteligência artificial no e-commerce está na área de compras personalizadas, recomendações de produtos e gerenciamento de estoque. 

Como varejista online, você está considerando como utilizar um modelo funcional de inteligência artificial em seu negócio? 

Como citei um pouco acima, se o seu e-commerce não acompanhar as atualizações do mercado, ele provavelmente não se destaca, já que seus concorrentes estão investindo em novas soluções.

Portanto, faça pesquisas e até mesmo solicite testes para que você ter certeza de que está adquirindo opções que realmente vão atender suas necessidades. Você pode sempre criar um engajamento com o seu público usando técnicas de marketing de conteúdo, usar um Editor de Video pode te ajudar bastante.

Espero que você tenha gostado do conteúdo e que ele tenha te ajudado a compreender como você pode utilizar a inteligência artificial para potencializar o seu comércio eletrônico! 

Leia também outros de nossos artigos, como por exemplo: como funciona o marketing para supermercados.

Inteligência artificial: como utilizar em seu e-commerce? Leia Mais

Como funciona o marketing para supermercados nos dias de hoje?

Saber como fazer marketing para supermercados é essencial para as empresas do segmento, especialmente aquelas que não contam com o fato de ter uma marca famosa. Afinal, muitos mercados atualmente são filiais de grandes grupos que atuam nacionalmente e podem usufruir dos benefícios das marcas conhecidas.

A importância do supermercado não pode ser subestimada em um país como o Brasil. De acordo com pesquisas, o brasilerio gasta, em média, mais de metade da sua renda com alimentação. Esse número, aliás, subiu durante a pandemia do novo coronavírus, até pela necessidade natural da crise, uma vez que os trabalhadores deixaram de comer em restaurantes perto do trabalho durante a crise.

Portanto, é essencial saber como fazer marketing para supermercados de modo a conseguir atrair novos clientes e pegar essa demanda intensa que há no contexto brasileiro. Quer aprender como trabalhar com o marketing nesse segmento? Então siga a leitura abaixo!

Como fazer marketing para supermercados em 5 passos

1. Facilite a compra do seu cliente

O marketing pode ser descrito como um conjunto de técnicas e estratégias com dois objetivos: o de despertar desejo no consumidor e o de derrubar as objeções para que ele realize uma compra. Em relação ao supermercado, o despertar de desejo já está muito bem estabelecido na sociedade. Praticamente não é preciso investir em anúncios para atrair clientes por esse caminho, exceto quando o objetivo é vender um produto em específico.

No entanto, é necessário derrubar as objeções do seu consumidor e fazer com que ele opte por comprar no seu mercado e não no do concorrente. Mas como fazer isso? Uma das formas é em facilitar ao máximo a compra do cliente.

Tecnologia na hora da compra é um bom investimento.

Por exemplo, você está na lista de supermercados delivery em Rappi? O aplicativo colombiano é um dos mais populares do Brasil atualmente e foi o primeiro a oferecer compras em mercados. Estar nesse tipo de aplicativo é vital para poder atender mais pessoas e, principalmente, facilitar o processo de compra dos clientes.

2. Invista na comunidade local

Atualmente, existem dois grandes tipos de mercados no Brasil: os hipermercados e os supermercados de bairro. O primeiro são do tipo que atendem toda a cidade, já que são enormes e podem realizar preços bem baixos por causa da capacidade de comprar em grande estoque.

Já os segundos são os mercados de bairro, que atraem os consumidores por causa da proximidade e justamente da sensação de comunidade local. Portanto, é nisso que o mercado deve investir em termos de marketing.

É essencial se posicionar realmente como um mercado da comunidade local e isso pode ser feito de várias formas. A mais tradicional é ao patrocinar eventos locais, incluindo feiras e até mesmo competições esportivas.

Outra forma é ao organizar pequenos eventos locais no bairro, como uma feira orgânica com os produtos desse tipo ou algo semelhante. Isso ajudará a comunidade a enxergar o mercado com outros olhos e investir mais nele.

3. Use ferramentas tecnológicas para divulgar ofertas

Você sabia que o WhatsApp está em 99% de todos os smartphones no Brasil? Portanto, não há mais razões para fazer a divulgação de ofertas por flyers ou com um carro de som no bairro do seu mercado. Você pode fazer isso de maneira muito mais moderna e eficiente com o investimento em uma newsletter de WhatsApp, por exemplo.

O grande truque para isso, no entanto, é conseguir que as pessoas se registrem em sua lista de contatos via WhatsApp. Para isso, você pode propor um prêmio em uma ação inicial de cadastro, como um desconto especial ou algo do tipo. Isso garantirá vários contatos para poder divulgar suas ofertas.

4. Tenha um programa de fidelidade

Uma maneira de conseguir se posicionar no mercado para um supermercado é ao criar um programa de fidelidade. Ele pode assumir várias formas diferentes, mas a ideia básica é que forneça boas condições para que os consumidores sigam comprando no estabelecimento.

Um exemplo interessante é o supermercado Continente, que por alguns anos em Portugal devolvia aos consumidores uma porcentagem das compras feitas no mercado como crédito para usar nas suas lojas. Um ano de compras costumava equivaler a mais ou menos um mês de compras, o que resultava em muitas vantagens para os consumidores. Na prática, o mercado investia bastante nessa ação, mas também recolhia um lucro superior por praticamente o ano todo.

5. Use influenciadores locais a seu favor

Por fim, não pense que os influenciadores do Instagram e das redes sociais servem apenas para ações com marcas famosas. Pelo contrário, eles também podem ajudar o seu supermercado a se popularizar nas redes e conseguir novos clientes, especialmente se forem populares na sua região.

Pronto! Agora você já sabe como fazer marketing para supermercados e pode começar a colocar essas estratégias em prática. Assim, logo conseguirá um bom fluxo de clientes, de modo a poder modernizar o seu estabelecimento e torná-lo cada vez mais valioso para os moradores das regiões mais próximas.

Como funciona o marketing para supermercados nos dias de hoje? Leia Mais

Como o neuromarketing é aplicado?

Um dos temas que mais desperta interesse e curiosidade em empresas que desejam atrair o público e converter vendas, é o neuromarketing. O que este termo significa? A aplicação da neurociência ao campo do marketing é um exemplo de inovação, pois é uma importante contribuição para o mundo dos negócios.

Cada cliente tem sua própria motivação na hora de comprar um produto ou contratar um serviço, e, é isso que o neuromarketing trabalha.

Nesse processo, as emoções também têm espaço. Por exemplo, a ilusão. Portanto, para aumentar as vendas, uma entidade pode integrar inteligência emocional no desenvolvimento de suas campanhas publicitárias, incentivando o cliente a investir em Private Banking, comprar um carro novo, adquirir maquiagens novas, assinar planos de serviços, etc.

O que é Neuromarketing e qual seu objetivo?

Para entender melhor o porque o neuromarketing influencia na captação dos clientes e conversão de vendas, antes, é preciso ter uma ideia de como o cérebro funciona, conceito e objetivo do neuromarketing.

1. Como funciona o cérebro

De acordo com especialistas da área de neurociência e neuromarketing, há três tipos de pensamentos cerebrais que podem ser identificados nos consumidores:

Neocortex Brain: é o cérebro lógico e racional. Embora muitas das decisões sejam tomadas inconscientemente, este cérebro é o encarregado de explicar as decisões a partir da lógica consciente.

Cérebro límbico: é o cérebro que armazena sentimentos e emoções e geralmente é mais importante do que o Neocórtex na tomada de decisões.

Cérebro reptiliano: também chamado de reptiliano, é o cérebro que lida com os sentimentos de sobrevivência do ser humano como reprodução, dominação, defesa, medo, proteção, etc.

2. O que é Neuromarketing

O neuromarketing é uma área do marketing que permite conhecer o comportamento do consumidor na hora da compra. Alguns estudos mostram que uma decisão de compra demora cerca de 2,5 segundos, dos quais entre 80% e 95% é tomada no inconsciente.

Nesta área de marketing, os profissionais estudam os processos cerebrais e seu impacto no processo de tomada de decisão dos consumidores.

O neuromarketing investiga quais áreas do cérebro estão relacionadas ao comportamento do consumidor ao: escolher uma marca, comprar um produto / serviço ou ser exposto a material publicitário.

3. Objetivos do Neuromarketing

Os objetivos do NeuroMarketing são:

  • Identificar o impacto emocional gerado por um produto, serviço, marca, canal, etc.
  • Compreender o comportamento do consumidor na hora da compra.
  • identificar e satisfazer as necessidades e expectativas do cliente.

Sendo as técnicas de NeuroMarketing essenciais para conhecer todas essas informações do consumidor avaliando seu cérebro, sem fazer perguntas.

Confira a seguir como o neuromarketing é aplicado:

Como o neuromarketing é aplicado?

Assim como no relacionamento interpessoal, a empatia é um conceito-chave no diálogo, no processo de interação entre a empresa e o cliente, esse conhecimento do comportamento de compra do consumidor também é relevante. Como essa abordagem é aplicada no ambiente prático? Aqui estão algumas ideias.

Público objetivo

Uma entidade não direciona seu catálogo de maneira geral a todas as pessoas, mas sim ao grupo que compõe seu público-alvo. Quais são suas características? Para transmitir a mensagem com eficácia, é aconselhável levar em consideração quem é o destinatário.

Qual é a necessidade

Nessa abordagem do comportamento do consumidor, há uma questão relevante: a necessidade inicial que está na base dessa decisão de compra. Para colocar o neuromarketing em prática, é fundamental conhecer essas informações.

Os profissionais que atuam como vendedores no desenvolvimento desse trabalho comercial no negócio, orientam e acompanham os consumidores com atendimento personalizado. O trabalhador pode explicar ao cliente o que um determinado produto vai trazer para ele, levando em consideração a sua necessidade.

Informação visual

A apresentação de conteúdo em formato de imagem ou vídeo potencializa a presença digital da empresa, que comunica sua proposta de valor além do texto escrito.

Neuromarketing auditivo

O cliente potencial recebe informações comerciais por diferentes sentidos. O canal auditivo também faz parte dessa estratégia que integra essa disciplina em um processo de venda.

Quando isso acontece no exemplo específico de uma loja, a melodia que soa em horários diferentes do horário comercial não é fruto do acaso, mas sim o estilo escolhido é em relação ao próprio público-alvo.

Como já mencionamos, durante o processo de compra as emoções intervêm. E, por sua vez, a linguagem musical também está intimamente ligada ao emocional, como mostra a memória de diferentes momentos vividos por meio do significado de uma melodia que produz o efeito de trilha sonora especial na história do protagonista.

Posição dos produtos na loja

O Neuromarketing também tem aplicação direta no planejamento dos diversos trechos do espaço disponível nas instalações. Como consumidor, você já deve ter observado em mais de uma ocasião como alguns pontos de venda colocam determinados elementos próximos aos caixas. Desta forma, muitos clientes adicionam um item ao carrinho de compras enquanto aguardam o pagamento antes de sair da loja.

Resumindo, o neuromarketing é um estudo das emoções que levam ao impulso de compra, no qual, quando aplicado a estratégias de venda, são utilizados gatilhos mentais para desencadear ações nos consumidores em potencial.

Como o neuromarketing é aplicado? Leia Mais

Aprenda a divulgar seu imóvel em Fortaleza de maneira eficiente

Aprenda a divulgar seu imóvel em Fortaleza de maneira eficiente

O setor imobiliário pode ser bastante competitivo. Um componente vital do marketing imobiliário é anunciar sua propriedade; é como você atrai compradores e informa as pessoas sobre sua propriedade, onde está e que está à venda.

Sem publicidade adequada, é quase impossível conseguir compradores em potencial para imóveis em Fortaleza que você desejar colocar à venda. Felizmente, existem muitas maneiras diferentes de anunciar sua propriedade. Neste artigo, mostraremos as melhores maneiras de fazer isso. Acompanhe agora!

1. Crie um blog

Como proprietário ou corretor, a internet deve ser sua melhor amiga. Nunca antes houve um canal mais direto para a interação do que um blog. Uma maneira econômica e orgânica de gerar leads. Escreva postagens de blog atraentes sobre suas propriedades para atrair compradores em potencial. Você pode então compartilhar seu blog em várias plataformas de mídia social, como Facebook, Twitter, Quora e assim por diante.

2. Crie uma postagem atraente nas redes sociais

A mídia social é uma ferramenta poderosa quando usada corretamente, e uma boa postagem na mídia social pode ajudar muito a atrair compradores. Tire fotos de boa qualidade de sua propriedade e coloque-as em sua postagem. Experimente contratar um fotógrafo profissional para ajudar. Mantenha as legendas claras e informativas; tenha cuidado ao usar legendas longas.

3. Crie um vídeo tour

Um breve vídeo tour pode tornar uma listagem mais autêntica, mas também pode ajudar a construir sua própria marca pessoal no mercado imobiliário. O vídeo pode ser improvisado com você percorrendo a propriedade e mostrando os vários quartos e instalações, ou um tour formal pela casa.

4. Crie seu próprio site ou página de destino

Ter um site ou página de destino pode ser útil de várias maneiras. Ajuda você a anunciar sua propriedade com mais facilidade. Você pode atualizar seu site com novas propriedades sempre que necessário. Isso ajuda a construir sua marca pessoal, caso você seja um corretor autônomo. Um site ajuda você a reunir uma lista de compradores em potencial para sua propriedade, que pode ser usada em seus futuros empreendimentos de investimento imobiliário. Se você usar uma empresa de administração de imóveis para gerenciar seu aluguel, você também se beneficiará de seu site com design profissional. A maioria das empresas de administração de imóveis lista suas propriedades de aluguel em seu próprio site, bem como na plataforma de anúncios imobiliários.

5. Anuncie em um jornal

Uma forma tradicional, porém confiável, de anunciar sua propriedade é listá-la em um anúncio de jornal. Os jornais são distribuídos e comprados em todos os lugares, o que torna esse método uma maneira infalível para que os compradores em potencial vejam seu anúncio e, possivelmente, comprem sua propriedade.

6. Anuncie em portais de imóveis na internet

Outro espaço viável para anunciar sua propriedade é anuncia-la em um site de anúncio de propriedades, para ser encontrado por quem deseja comprar casa em Fortaleza ou um apartamento. Hoje em dia, os compradores estão sempre procurando por novas casas na Internet, portanto, listar sua propriedade aqui é definitivamente uma boa maneira de garantir que os compradores vejam seu anúncio.

7.  Use anúncios do Facebook e Instagram

Os anúncios do Facebook e do Instagram são uma ótima maneira de alcançar centenas, até milhares de pessoas e informá-las sobre uma lista. O Facebook e tornou o processo de criação de um anúncio, direcionado a um público específico e coleta de informações do comprador bastante simples e direta para que qualquer pessoa possa criar um anúncio e se beneficiar de sua publicidade. Além disso, o Instagram também oferece esta possibilidade. Então aproveite e anuncie nas redes sociais para que seu imóvel seja visto e lembrado pelos compradores!

8. Faça um bom network pessoal

Dizem que a propaganda é a alma de todo negócio! E, quando ela é boca a boca, certamente é bastante eficaz! Então, comente com outras pessoas sobre o seu desejo de colocar seu imóvel para vender ou alugar – como as pessoas são sempre conectadas, esse tipo de comunicação mais pessoal pode fazer maravilhas. Acesse sua rede pessoal e divulgue que você tem um imóvel à venda. Você pode descobrir que um de seus contatos imediatos está, na verdade, procurando um imóvel ou algum deles podem ajudá-lo a encontrar alguém que esteja procurando por um imóvel como o seu. Você pode atrair muita atenção para sua propriedade por meio de sua rede pessoal de amigos, parentes, colegas de trabalho, dentre outros. Aproveite-se disso!

9. Organize um seminário para compradores de imóveis

Se você é um corretor, explore sua comunidade de atuação organizando um seminário sobre mercado imobiliário. Você pode educar seus convidados sobre os fundamentos do investimento imobiliário e, no final do seminário, informá-los de que você tem um imóvel à venda; esse método não ajuda apenas a anunciar sua propriedade, mas também ajuda a construir sua marca pessoal e expandir sua rede. Há muito trabalho envolvido na organização de um seminário, mas as recompensas potenciais mais do que compensam por isso.

10.  Use um agente imobiliário profissional

Um corretor imobiliário profissional sabe exatamente como anunciar um imóvel e como aproveitar melhor todos os recursos disponíveis. O agente certo pode e irá ajudá-lo a anunciar sua propriedade com rapidez e eficácia. Embora essas dicas não garantam as vendas, elas garantem que você divulgará sua propriedade, o que é metade da batalha. Use essas dicas a seu favor e deixe-as ajudá-lo a atingir seus objetivos de investimento.

11. Facilite a comunicação

Quanto mais disponível você estiver, mais leads em potencial confiarão em você como um proprietário consciente e responsável, tanto para comprar quanto para alugar seu imóvel. Forneça um número de celular onde você tenha certeza de que sempre haverá alguém disponível para atender. Se você fica longe do telefone com frequência, verifique se consegue encaminhar as ligações para que possam falar com alguém e fazer perguntas sobre o seu imóvel. Você também pode incluir seu endereço de e-mail porque muitas pessoas preferem fazer contato e perguntas usando e-mails.

Gostou deste post sobre como anunciar sua propriedade de maneira eficiente? Aproveite e compartilhe este post em suas redes sociais!

Esta precisando reformar em Arquitetos BH

Aprenda a divulgar seu imóvel em Fortaleza de maneira eficiente Leia Mais