Dicas de viagens para levar crianças

Viajar com crianças? Para muitos, pode parecer muito estresse no início, mas com algumas dicas simples e uma boa preparação fica fácil e viajar com crianças se torna uma grande aventura para toda a família.

De fazer as malas a voar com crianças, fome em movimento, emergências e custos extras, viajar com crianças é cheio de dificuldades potenciais. Isso inicialmente impede muitos viajantes de descobrir o mundo com seus filhos.

É por isso que reunimos 8 dicas para ajudá-lo a se preparar. Algumas dicas de viagem são para bebês, outras para crianças mais velhas e outras para você como pai.

Viajar com crianças não precisa ser uma tarefa estressante, mas uma grande aventura para toda a família.

Viajar com crianças – é assim que funciona!

A ideia de fazer uma longa viagem com crianças pode parecer um grande desafio para você. Mas há uma coisa que você deve sempre ter em mente: a jornada terminará. Você vai chegar. Você sobreviverá!

Além disso, você pode estar acostumado a sair correndo do avião e sair correndo do aeroporto, mas esses dias acabaram. Então, sente-se, espere que todos passem e deixe-se levar. Você não está mais no comando – aproveite.

1 – Prepare-se

Seu filho precisa de visto? De quais vacinas ele precisa? Você deve levar medicamentos com você? Evite surpresas pouco antes do início de sua viagem.

2 – Passaporte infantil

Bebês e crianças pequenas também precisam de um documento de viagem, que é o passaporte das crianças até aos 12 anos.

3 – Orçamento

Infelizmente, persiste o boato de que as crianças viajam de graça, mas infelizmente isso não é verdade. No entanto, um voo com uma criança menor de 2 anos é extremamente barato, pois a maioria das companhias aéreas cobra apenas 10% do preço normal.

A criança ou o bebê senta-se em seu colo. Para voos de longa distância, você pode solicitar uma cadeirinha com antecedência, no qual seu filho irá dormir feliz após a decolagem e o pouso.

4 – Planeje seus voos

Tente reservar voos na hora de dormir. Voos noturnos podem ser mais caros, mas quando se trata de alívio do estresse, ter um filho dormindo é uma bênção para todos os envolvidos. Se você precisar pegar um vôo de conexão, definitivamente deve planejar o tempo suficiente.

Reserve tempo suficiente para esticar as pernas, ir ao banheiro, comer, conversar, brincar e se preparar para o próximo voo. E não se esqueça: você tem a melhor chance de conseguir o preço mais baixo se reservar com 56 dias de antecedência.

5 – Bagagem de mão

A sacola de fraldas ou bolsa de viagem infantil torna-se sua bagagem de mão. Certifique-se de guardar tudo o que é importante nela: lenços umedecidos, chupetas extras, fraldas, lanches, uma muda de roupa, sacolas plásticas (para fraldas e roupas sujas), fones de ouvido, brinquedos, travesseiro e etc. E lembre-se de levar brinquedos de madeira ou um livro para contar histórias durante a viagem.

6 – Escolha de assento

O local onde você pode sentar-se com uma criança pequena às vezes é determinado pela natureza da aeronave: alguns só têm máscaras de oxigênio adicionais em determinados assentos. Mas isso não se aplica a todas as aeronaves; portanto, verifique com a companhia aérea e reserve um momento para pensar sobre qual assento é o melhor.

Se você se sentar bem no final do avião, não incomoda tanto os outros passageiros. Além disso, você pode se levantar com mais facilidade e usar o banheiro. No entanto, às vezes esses assentos não reclinam totalmente e pode ser muito barulhento na parte traseira da aeronave.

No meio do avião, você pode escolher um dos assentos diretamente na divisória. Isso não só dá a você mais espaço para as pernas e mais espaço no chão para os brinquedos, você também pode usar um berço (se o avião tiver um). No entanto, também significa que você não tem espaço de armazenamento sob o espaço à sua frente.

Dependendo da companhia aérea, você e seu filho não podem sentar-se na saída de emergência ou prender uma cadeira infantil à janela.

7 – Refeição a bordo

Muitas companhias aéreas oferecem menus especiais para crianças que você pode solicitar com antecedência. No entanto, você deve sempre ter alguns lanches favoritos (saudáveis) com você para passar o tempo entre as refeições.

Para equalizar a pressão, você deve ter uma mamadeira para bebês e algo para fazer a criança chupar ou mastigar, assim não haverá dor de ouvido.

8 – Hotel ou casa de férias?

Os hotéis têm vantagens (serviço de quarto, restaurantes, serviço de babá) e férias em um clube podem ser particularmente adequadas para famílias.

Muitos desses resorts oferecem um programa extra para crianças de diferentes faixas etárias, enquanto os pais podem relaxar.

Como alternativa, existem casas ou apartamentos de férias que pode se transformar numa verdadeira casa. Normalmente, você tem mais espaço aqui e pode preparar suas próprias refeições se seu filho tiver necessidades dietéticas especiais.

Agora é hora de viajar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *